Essa pintura foi feita em um galpão abandonado nas margens da rodovia BR-381 (Belo Horizonte – São Paulo) nas proximidades da cidade de Betim.
A ideia era experimentar como a carga historico-imagetica do lugar + a sua arquitetura interfeririam no resultado de transpor um desenho simples para o muro.

This piece was made on an abandoned warehouse by the margins of the BR-381 road (Belo Horizonte – São Paulo) in the surroundings of Betim City.
The idea was to experiment how the historic-imagetic charge of the place + it`s architecture would interfere in the result to transpose a simple drawing to the wall.

1. *JollyRoger*
01/03/2010 03:01 pm

macacofumaza. muy phoda.

Afinal de contas, quem interfere e quem sofre interferência, o muro ou o desenho?

Post a comment

RSS